quarta-feira, 31 de agosto de 2011

NOVAS OSSADAS DO ARAGUAIA...

É a velha história: novas ou não, as ossadas virão a público, mostrando nossa incapacidade de povo incivilizado ao ponto de permanecer quarenta anos emguerra civil velada. Sim, porque nós nos matamos uns aos outros todos os dias e parece que não nos damos conta disso. E ainda precisamos de muitos anos para que aquelas "outras" ossadas, as que andam entre nós, se conformem em ver esses "aparecimentos" e ossadas acontecendo. Os mortos-vivos que caminham no nosso meio, ora se posicionando como esquerda, ora como direita, ora incógnitos que apenas buscam "favores" de vários matizes, desde os sexuais até políticos e depois negam tudo, ora ainda ninguém sabe como consegue viver consigo mesmo o hipócrita! As ossadas do Araguaia... ah, e ainda temos tantas na região oeste da Grande São Paulo, como Embu das Artes, onde é sabido que encontra-se um cemitério clandestino... Ossadas, para que servem as ossadas? Levantem-se ossos secos e recebam vida! porque será através desses ossos que se contará mais um pouco da história oculta do brasil. Um dia ele cresce... (assim espero!). Sandra Paulino e Silva
_________________________________________________________________________________

segunda-feira, 31 de agosto de 2011Grupo que busca desaparecidos do Araguaia encontra nova ossada


LARISSA GUIMARÃES - DE BRASÍLIA - O grupo criado pelo governo para procurar desaparecidos da Guerrilha do Araguaia encontrou nesta semana uma nova ossada. Os restos mortais foram recolhidos para análise nas proximidades do cemitério de Xambioá, em Tocantins. O grupo de trabalho está em sua segunda expedição na região desde domingo (28) e os trabalhos seguirão até 7 de setembro.

Injeção letal teria sido usada na Guerrilha do Araguaia

TV Folha: Médico falava sobre injeções no Araguaia, diz ex-combatente


Relatos de moradores indicam que integrantes da guerrilha foram enterrados ali após serem mortos pelo regime militar, na década de 1970. Oficialmente, o governo não se manifestou sobre o assunto. A Folha apurou que o objetivo é só falar sobre o possível achado caso ele seja confirmado por exames de DNA e testes adicionais.
Editado(a) por Jussara Seixas

Nenhum comentário:

Arquivo do blog

A PM DEFENDE OS PM?

Quem sou eu