segunda-feira, 15 de março de 2010

O QUÊ? O COMPARSA DE CADU TAMBÉM VAI SER INDICIADO?

Ah, bom... agora sim! as coisas que eu aprendi lá nos idos de 1980 e alguma coisa, tornaram a ser matéria de direito penal... ACHO QUE ERA 1984 quando saiu a Reforma Penal: "quem de qquer modo concorre para o crime, incide nas penas a este cominadas, NA MEDIDA DE SUA CULPABILIDADE" ufa! pensei que eu estava DESATUALIZADA! ACHO QUE ESSE FINALZINHO FOI ACRESCENTADO PELA TAL REFORMA... quer dizer que o IASI VAI SER INDICIADO? hum...!? então ele é partícipe? ah!... entendi.
Sandra Paulino

publicado em 15/03/2010 às 19h19: atualizado em: 15/03/2010 às 19h45
Motorista de suspeito de matar Glauco deve ser indicado como participante do crime
Investigação aponta facilitação ou participação de Iasi na morte do cartunista

Carlos Eduardo Nunes foi preso noite de domingo. Ele também responderá pelo crime de transposição de fronteira com carro roubadoFelipe de Oliveira Iasi, de 23 anos, motorista de Carlos Eduardo Sundfeld Nunes, mais conhecido como Cadu, o homem suspeito de ter matado o cartunista Glauco Vilas Boas e o filho dele, Raoni, na última sexta-feira (12), dever ser indicado pela Polícia Civil pela participação no crime. Resta saber se o que ele fez será configurado como co-participação ou facilitação nas mortes, segundo disse ao SP Record nesta segunda-feira (15), o delegado do do SIG (Setor de Investigações Gerais) de Osasco, Archimedes Cassão. O motorista prestou depoimento neste domingo (14) e alegou ter sido sequestrado.
- O interrogatório de Cadu vai esclarecer suposta participação de Felipe Iasi no crime.
Até por volta das 19h40 desta segunda-feira o R7 não conseguiu falar com os advogados que defendem Iasi, Cássio Paoletti e Pablo Naves Testoni.
O delegado disse esperar liberação da Justiça para que Cadu - preso em Foz do Iguaçu (PR) - seja interrogado em São Paulo. Entretanto, ele disse que pode ir a Foz interrogar o suspeito de matar o cartunista.
A SSP (Secretaria de Segurança Pública) informou que as mortes continuarão a ser investigadas pelo SIG de Osasco. O carro que Cadu roubou para tentar fugir será investigado pelo 34º Distrito Policial (Vila Sônia).
Paralelo a isso, a Justiça Federal do Paraná abriu nesta segunda-feira dois processos contra Cadu. Nunes responderá por tentativa de homicídio contra um agente da polícia e transposição de fronteira com carro roubado.
O processo foi aberto logo após a Polícia Federal enviar à Justiça o inquérito sobre o caso. Na noite de domingo (14), Cadu foi preso quando tentava entrar no Paraguai pela Ponte da Amizade. Na tentativa de fuga, ele trocou tiros com policiais federais e feriu um deles. O agente baleado está bem, segundo a PF. Logo após a prisão e a identificação do jovem, ele confessou o crime cometido em Osasco, segundo disse o delegado da PF em Foz do Iguaçu, José Alberto Iegas. Cadu, ainda segundo o delegado da PF, ficou escondido no mato planejando a fuga. - O que mais chamou a atenção foi como ele planejou tudo.
Antes de sair de São Paulo, o jovem roubou um carro na região do Morumbi (zona sul), e vendeu pequenas porções de maconha para conseguir o dinheiro necessário para abastecer o veículo durante a viagem.
Iegas disse também que o suspeito afirmou que "estava disposto a ir às ultimas consequências" para chegar ao Paraguai. Nunes está preso na carceragem da PF.

Nenhum comentário:

Arquivo do blog

A PM DEFENDE OS PM?

Quem sou eu