segunda-feira, 26 de novembro de 2012

A INSEGURANÇA PÚBLICA DE SÃO PAULO

Troca de comando na segurança pública não apaga crimes

Print Friendly
o novo secretário de segurança pública paulista
o novo secretário de segurança pública paulista
Até agora não foram atribuídas responsabilidades pelos crimes cometidos, de mais de 150 pessoas desde outubro, nem se ouviu palavra de pesar aos civis assassinados
Por Gisele Britto, daRede Brasil Atual
São Paulo – O anúncio do pedido de demissão de Antonio Ferreira Pinto do cargo de secretário de Segurança Pública e sua substituição pelo ex-procurador-geral do estado Fernando Grella feito hoje (21) pelo governador Geraldo Alckmin não animou especialistas em segurança pública nem movimentos sociais. Para eles, é preciso mudar a orientação da política docombate à violência. “Não adianta mudar o nome sem mudar estruturalmente. Diversas mudanças desse tipo já aconteceram desde 2006 e a política de claro aval às matanças continua a mesma”, acredita Danilo Dara, integrante do Mães de Maio e do Comitê contra o Genocídio.
Dara se refere ao assassinatos de mais de 400 civis, na maioria homens negros com menos de 30, mortos com tiros em órgãos vitais entre os dias 12 e 22 de maio de 2006. Segundo estudos de organismos internacionais esses homicídios foram cometidos por policiais nas chamadas “resistências seguidas de morte” ou por policiais membros de grupos de extermínio que atuavam encapuzados em uma ação de revide às mortes de agentes de segurança em ataques do Primeiro Comando da Capital (PCC). O episódio revelou a fragilidade das políticas estaduais para a área e só foi remediada depois de o estado negociar com líderes do PCC. Desde então, entidades de direitos humanos apontam a falta de controle sobre setores da polícia militar.
Ferreira Pinto, à frente do Secretaria de Segurança Pública (SSP) desde 2009, sempre minimizou a atuação do PCC e a crise de segurança. Entre janeiro e outubro desde ano, 3.345 pessoas foram mortas, um aumento de 11,62% em relação ao mesmo período do ano passado. Só em outubro foram 505 mortes, média de 16,29 por dia – 93 policiais foram mortos. “Ele implantou uma ditadura militar na segurança pública. Toda a política se centrou na militarização. A Polícia Civil foi sucateada e deixada de lado. O que houve de positivo em sua gestão é que ele enfrentou a corrupção policial, princialmente nos primeiros anos, mas seu maior equívoco foi não confiar na corporação da Polícia Civil como um todo”, aponta o vice-presidente da Comissão Especial da Criança e do Adolescente do Conselho Federal da Ordem do Advogados do Brasil,  Ariel de Castro Alves.

Pego carona na opinião do meu colega, Advogado Ariel de Castro Alves e acrescento que a troca não apaga os crimes e continua FALTANDO TESTOSTERONA NO GOVERNO... Primeira observação: depois que o Pinto caiu, apareceram inúmeras personagens cheias de "valentia" que é bem diferente de coragem. 

Até o carneiro trocou a pele agora (ora, por quê SÓ AGORA???) contando sobre as capivaras que foram puxadas antes das mortes... Ah... quer dizer que alguém DO GOVERNO TINHA ACESSO AOS TERMINAIS DA PRODESP E ANOTAVA OS "ANTECEDENTES CRIMINAIS" DO CANDIDATO A DEFUNTO??? Ah, bom, agora dá pra entender... Então é fácil: tds que tem acesso à PRODESP tem SENHA! Basta checar quem puxou capivara de quem e começar as investigações. Só que vai faltar pessoal pra isso, pq a CHARLIE tá sucateada e a MIKE não vai dar certo fazer o serviço por razões óbvias... ou será que algum leitor quer que eu desenhe? Sabe a história da raposa mandada tomar conta do ... então, essa daí! 

ANOTEM: O GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN TROCOU SEIS POR MEIA DÚZIA.

O recém nomeado Secretário da Segurança Pública de São Paulo é apenas mais uma "peça" de reposição, na mesma engrenagem carcomida e gasta em que se transformou a SSP, por conta do caso mal explicado envolvendo os nomes do secretário adjunto da Segurança Pública, hoje advogado, Lauro Malheiros Neto e Marcos Herbas Camacho, vulgo "MARCOLA", líder da facção criminosa Primeiro Comando da Capital, quando SÃO PAULO LITERALMENTE PAROU! 

Os "coxinha" nem avisados foram... ainda posso me lembrar do choque ao saber do Cb BISPO de Osasco, coitado, td furado qdo patrulhava na área do Helena Maria em Osasco, que triste... isso dói!

Também sei de muitos que tombaram, com ou sem antecedentes, porque na hora do corre, quem tinha "dívida" aproveitou pro acerto!

O Tal caMACHO pelo menos fez jus à parte do nome, porque mostrou enorme controle da massa carcerária que extorque e explora sob pena de morte, diferente dos secretários até agora empossados, até chegando ao ponto de correr o salve de parada-geral em SP em maio de 2006. 

Claro, foi depois que um dos gemada que já vinha se garantindo com recolhe de puteiro (aquele famoso prostíbulo WE na região de Cerqueira Cesar que deu o que falar... tinha vários da cúpula em cópula por lá, fora dinheiro do BNDES usado até em rede de prostituição/escravidão sexual p/tráfico de mulheres) ter voado com uma    senhora não exatamente séria, ex-delegada que nem a CHARLIE quis e ex-sócia de um canalha com mania de grandeza e carteira da ordem, irem pedir arrêgo pro "professor" de baderna.

Quem matou tds os jovens filhos das mães de maio, fora outras vítimas, não foram egressos e/ou fugitivos do sistema penitenciário, até onde foi possível saber, FOI POLÍCIA! 

Agora, seis anos depois, se dá o mesmo e tds sabem, que Pinto, Grela ou qquer outro trocadilho que se faça, vai dar o mesmíssimo resultado. Pode até ser que alguém se rebaixe, repita a proeza do passado e vá lá pedir aos líderes criminosos que deem um tempo, um X...

Só que enquanto não tivermos um MP realmente comprometido com sua função constitucional, não veremos gente como MALHEIROS, MARZAGÃO, PINTO, ALCKMIN e tantos outros chamados administrativa e criminalmente às suas respectivas responsabilidades.

Há sérios desvios, com todas as agravantes legais. 

Isto que acontece em SP é brincadeira, igualzinho a zombaria que ouvi no dia do massacre na Detenção qdo morreram bem mais dos que os 111 anunciados. Tds os professores do cursinho famoso que eu frequentava, comentavam que finalmente a "reforma penal" tinha sido feita e bem barato... só uma exceção, quase sem voz, me dizia que a justiça divina se encarregaria de dar resposta. E então eu me pergunto até hj: gnósticos e ateus não tem direito à justiça? Para que a existência do Estado? Onde está a responsabilização dessas autoridades? 

Td isso já cansou d+ e os transgressores sabem muito bem que são tratados pelo sistema de forma extremamente desigual, muito distante dos textos legais. Por isso tiveram um mentor que recorreu à mesma cartilha que se lhes aplica: VIOLÊNCIA! E como "deu certo", vão continuar usando isto até que alguém comprometido (a) com a VERDADE se apresente e reconheça a falência do sistema que aí está. 

Enqto isso, não esqueçam: pagaremos a conta. 

Só pra registrar, como recordação obrigatória: em 19/12/11 o Senador Eduardo Matarazzo Suplicy mandou ofício ao então chefe do MP paulista, ATUAL SECRETÁRIO DESSA INSEGURANÇA, dizendo que meu nome consta de lista de marcados para morrer. Solicitou providências.

Dia 23, véspera de Natal, houve telefonema entre as partes quando ficou assegurado que providências estavam em andamento, no sentido da segurança da vida desta blogueira e familia.

Dia 24, na noite de Natal, sofri gravíssimo atentado junto com a família e ABSOLUTAMENTE NENHUMA MEDIDA ATÉ HOJE FOI TOMADA, exceto o arquivamento, sem investigação nem qualquer determinação séria do GAECO, a respeito. 

Ah, e no dia 26 subsequente, qdo era aguardada uma cliente de 71 anos no escritório, ouvi a confusão na calçada, quando ela foi rendida, agredida e seu carro foi levado. Diziam para ela me chamar, que o acerto era comigo! Em seguida, um dos rapazes foi morto, os outros não sei que fim lhes foi dado. 

O Honda Civic foi "encontrado" a 8 km do meu escritório, que não é perifa, é zona "nobre"! e dizem que foi por PMs do 16°M! Mas eu sei que foi da PMRv. E tbém soube que o corregedor da PM e o comandante do COPOM de Osasco ficaram irritados por eu ter postado longa matéria sobre o caso aqui no meu blog, contando em detalhes, tudo o que passei, junto com família e minha cliente. 

Irritados com a verdade maior: A PM FEZ DE TUDO QUE PODE PARA NÃO PROVIDENCIAR A REMOÇÃO DOS RESTOS DO VEÍCULO ROUBADO E USADO NO ATENTADO CONTRA MIM NA NOITE DE NATAL... POSTEI ATÉ O ATENDIMENTO DO 190. 

O que foi feito pela Polícia Civil? 

NADA.

MP? 

NADA.

Judiciário?

NADA.


Só a PM foi quem mandou o capitão da área respectiva me interrogar sobre esses fatos. E como não era nada muito sério, foi feita uma "investigação preliminar" que é um procedimento simples, feito por telefone. Como não se dá credibilidade a este tipo de ocorrência, que bem poderia ser uma "mentirinha" pq afinal, quem usa-cuida, só faltou dizer que o carro que me perseguia era alguma montagem... mas ele estava lá, teimoso. Ou o que dele sobrou. E a PM não queria admitir que, de fato, um carro tinha sido roubado duas ou três horas antes do ataque, justamente para esse atentado.

E como deu errado, porque o nóia nem conseguia dirigir no escuro e com chuva/neblina e meu carro todo apagado, ele acabou ME e SE perdendo...

Afinal, pq incomodo tanto? PORQUE EU DIGO A VERDADE e como advogada, sei exatamente quais medidas preciso tomar para que não venha sobre mim a vingança desse MALDITO SISTEMA! 

Por isso que a enorme boa-vontade do capitão que queria investigar esse atentado foi  GRAVADA, no dia 24 de janeiro de 2012, exatamente UM MÊS DEPOIS DO ATENTADO. Ouçam:






Fiz “escola” na região oeste da Grande SP: são quase 17 anos de orquestrada criminalização, acusações indébitas e até mesmo DUAS SUSPENSÕES DO EXERCÍCIO PROFISSIONAL POR PEDIDOS DE UM JUIZ MILITAR E DO CORREGEDOR DA PM CUJA GESTÃO FOI A PIOR EM TERMOS DE EXTERMÍNIO DE PESSOAS, SEM SEQUER SABER DO QUE EU ESTAVA SENDO ACUSADA. 

ESSA É A ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL - SEÇÃO DE SÃO PAULO.

Meus mais sinceros pêsames ao ex-presidente LUIZ FLÁVIO BORGES D'URSO.

Por isso teve de suportar liminar do Conselho Federal da OAB contra a 1ª suspensão absurda e ainda liminar e concessão de segurança pela Justiça Federal contra a 2ª suspensão, tão vergonhosa quanto a anterior.

E td isso ocorre porque até na OAB se enfiaram montanhas de PM, todos coronéis, tds de prontidão para os abusos. E isto foi feito como forma de me silenciar e me tirar de circulação, tirando também o pão da boca de minha família e atirando meu nome no lamaçal em que se refestelam essas bestas-feras. 

O efeito “colateral” de td essa canalhice, foi que desenvolveram em mim, extrema INTOLERÂNCIA à hipocrisia! 

E depois que mataram o Sd Nascimento que teve a coragem de denunciar seu próprio comandante (42M-Osasco) como envolvido em grupos de extermínio e roubo de carga, passei a ter alergia contra certos segmentos que dizem defender os direitos fundamentais escritos na Declaração Universal dos Direitos Humanos. 

A mesma nocividade que enxergo nas mentiras desse governo, especialmente em órgãos como a P-SDB-M, a polícia que mata e mente e que foi por mim desmentida bem antes da queda do comandante que sempre mentiu sobre GRUPOS DE EXTERMÍNIO, aliás, amigo do Pinto, vejo em segmentos dos Direitos Humanos.

A diferença é que eu falei tudo que era preciso ser falado sobre as mentiras do comando da PM muito ANTES da queda do comandante. Ele mentiu sobre minhas denúncias e eu disse que eram MENTIRAS o que ele falava:

http://blogsandrapaulino.blogspot.com.br/2012/04/verdade-e-que-o-comando-geral-mente.html

HOJE já não suporto os discursos vazios da maioria daqueles que se dizem DEFENSORES DE DIREITOS HUMANOS e nem vou citar nomes para não ser injusta e ESQUECER algum desses OPORTUNISTAS, que adoram postar notinhas na mídia alternativa sobre a carniça que o Estado produz. O que eles melhor sabem fazer é voar pra lá e pra cá com dinheiro público que a Secretaria de Direitos Humanos disponibiliza, junto com diárias de hotéis bem situados na capital federal. 

São abutres!

Proteção para as pessoas, cidadãos comuns ou policiais? NADA! 

Desse atentado sofrido logo após retornar de um Programa de Proteção a Defensores, pra onde fui levada após matarem o meu cliente, recordo parte do post:

• Pobres cidadãos brasileiros... a maioria que tem condições de saber da verdade, está mais preocupada com seu umbigo. E aquele que contrariar essa máxima, MORRE. Terminamos o ano investigando mais um atentado, que não nos passou despercebido... embora tenha chegado embrulhado no papel de um roubo à mão armada, com violência contra a pessoa. 

E tudo isso logo depois de publicar-se no blog o tal presente de fim de ano http://blogsandrapaulino.blogspot.com/2011/12/presente-de-fim-de-ano.html
e do ofício do Senado Federal ao Procurador Geral de Justiça, solicitando que tome providências... Pode ser sim, que a lista seja uma brincadeira de mau-gosto... mas há fatos. Vamos a eles: 

Em dezembro, de 24 para 25, uma pequena van cinza em alta velocidade, tentou estragar a noite festiva mas não contava com habilidades de motorista que também é piloto-de-fuga... tomou um banho de lama, porque ninguém vai querer pensar em carro limpo no meio de tanta sujeira. Aliás, no dia seguinte, a van, que descobriu-se ser uma MERIVA, placas de São Paulo DLB-5216 estava totalmente queimada... • • 

BLOG DA SANDRA PAULINO: PRESENTE DE FIM DE ANO! http://blogsandrapaulino.blogspot.com.br/2011/12/presente-de-fim-de-ano.html • 

A íntegra dessa postagem está em:

http://blogsandrapaulino.blogspot.com.br/2012/01/mucha-gente-especialmente-la-ignorante.html


E sobre a solicitação do Senado Federal, que tem obrigação de zelar pelos DIREITOS CONSTITUCIONAIS GARANTIDOS NA CONSTITUIÇÃO FEDERAL, diretamente feita ao Procurador Geral da Justiça, chefe do Ministério Público, ESCOLHIDO PARA SER O "NOVO" SECRETÁRIO DE SEGURANÇA PÚBLICA DE SÃO PAULO???

NENHUMA RESPOSTA!

O que eu tenho é um montão, "daqueles"... interessados em mais retaliação, mais criminalização, mais mentiras, mais descredibilização e sobretudo mais efetividade nas ameaças que me dirigem...

Só que parecem se esquecer de quem ameaça, também pode morrer...

Sandra Paulino

Nenhum comentário:

Arquivo do blog

A PM DEFENDE OS PM?

Quem sou eu