terça-feira, 23 de agosto de 2011

FALSOS CONDOMÍNIOS e o APOIO OFICIAL DA PM PAULISTA.

FOTOS DA PORTARIA ILEGAL NO MEIO DA AVENIDA ALTAIR MARTINS NO LOTEAMENTO GRAMADO EM COTIA, FEITAS NO DIA 05 DE AGOSTO DE 2011.

A GUARITA QUE ANTES ERA PEQUENA, COM AUTORIZAÇÃO DO PREFEITO CARLÃO CAMARGO, FOI AUMENTADA PARA O TRIPLO DO TAMANHO ANTERIOR EM PLENA AÇÃO CIVIL PÚBLICA QUE ESTAVA EM ANDAMENTO. E FOI CONSTRUÍDA UMA ENORME PORTARIA QUE ATÉ HOJE NINGUÉM SABE QUANTO CUSTOU E DESCONFIA-SE QUE DINHEIRO VEIO DOS COFRES PÚBLICOS.

NEM MINISTÉRIO PÚBLICO (EMBORA CHAMADO A SE PRONUNCIAR), NEM JUDICIÁRIO, QUE ACABARA DE SENTENCIAR AÇÃO CIVIL PÚBLICA, NADA! NINGUÉM VIU, NINGUÉM SABE, NINGUÉM QUER FALAR...

...mas que esse carrinho novinho em folha é da milícia paulista, isso não dá pra negar, né?


O comandante de lá, Major PM HENRIQUE MOTA NEVES, está pra lá de disposto a tomar umas providências... mas jamais contra os PM seus subordinados que só fazem o que não devem... ele quer tomar é contra quem denuncia...será por isso que a gente está exposto a tomar tiro, literalmente? como a gente faz para provar que os seguranças estão dando tiro? e principalmente se tirar foto deles!





ASSINALE A ALTERNATIVA MAIS PRUDENTE:


 
GRAVAR O SOM DOS TIROS ( )


 
GRAVAR O IMBECIL QUE EMPUNHA A ARMA ( )



DAR TIRO TAMBÉM ( )


DENUNCIAR ( )

PRA QUEM?

33BPM (  )

16BPM-4ªCIA (  )

CPA/M-8 ( )











MOTORISTA ENTRA NA VTR E
ATRÁS DE SI TEM UM OFICIAL QUE VIRA AS COSTAS PARA NÃO SER IDENTICADO

ESSA É A VIATURA 25BPM/M-0001, OU SEJA, DO COMANDANTE MESMO!

ESSE MOTORISTA PARECE ESTAR COM CÓCEGAS NA MÃO... 

BÓRA-BÓRA PESSOAL! MOTORISTA ENTRA NA VTR E O OFICIAL QUE VIRA AS COSTAS PARA NÃO SER IDENTICADO, ENTRA CORRENDO TAMBÉM...


ESSA É A VIATURA 25BPM/M-0001, OU SEJA, DO COMANDANTE MESMO!








_________________________________________________________________________________

SERÁ COINCIDÊNCIA?

Dia 05 de julho postei aqui no Blog uma notícia da série “E DEPOIS?” destinada a cobrar do Poder Público e da Imprensa, providências principalmente contra crimes que parecem ser noticiados e depois “somem” para sempre dos noticiários, a demonstrar que o povo quer saber o que aconteceu “depois”...

A notícia era  como todas aquelas em que visivelmente se tenta dar a aparência de que nada de mal aconteceu aos pobres, pretos e putas que caem nas garras da polícia, FALAVA DE ABORDAGEM MAL-SUCEDIDA DE SUBORDINADOS DO MAJ MOTA, AINDA COMO CAPITÃO...

Pois não foi que o sujeito alvo de  nosso post mandou cobrar satisfação? E está mais próximo do que parecia na notícia, que era da zona sul paulista... NEGATIVO: está em Itapecerica. E mandou seus "meninos" verificarem de perto, bem perto, quem são os seguranças do “bico” que já foi de guardas municipais de Cotia, depois de PMs do 33BPM, depois de PMs do 16BPM-4ª.Cia. e agora, parece, é desse 25BPM.

O alvo do posto, é atual comandante do 25BPM: é o Maj PM HENRIQUE MOTA NEVES, que era capitão do 33BPM e foi mandado ainda como adido à zona leste, e dali para a zona sul, onde já chegou dando novidade...  O histórico abaixo é copiado de imprensa, portanto... só falta saber se a Corregedoria apurou "direitinho" tudo o que a imprensa contou.

O "perfil" desse PM, mesmo tendo um Regulamento Disciplinar bastante exigente, parece que é: ELE É A LEI!  Assim, se a PM sabe e nada fez, é conivente. Se não sabe, deveria saber, porque é público e notório e nesse caso, de desvio claro de bens do Estado para finalidade de atendimento de interesse particular, demonstra que por supostamente "não saber" está literalmente "nas mãos" de maus elementos que não é capaz de identificar, corrigir e punir.

Pior: o cidadão comum, desarmado, está na mira do atirador que afinal, não se sabe nem mesmo se tem algum tipo de desvio e que mesmo assim, se apresenta fardado, motorizado e armado. E aí? quem é responsável? Isso pra ficar só nos PM, nem estamos falando de bate-pau, informante, 'ganso', etc. E o CPA/M-8?  Bom, esse "comando" não providencia nem envio de viatura em ocorrência onde a vítima consiga identificar que os tiros em frente sua casa são de "calibre doze". Fazer o quê? DENUNCIAR...

Sandra Paulino e Silva






05/11/2010 20h39 - Atualizado em 05/11/2010 20h47

Coronel e capitão de PMs suspeitos por mortes de rapazes são afastados

Secretário da Segurança anunciou medidas nesta sexta-feira (5).

Quatro PMs estão presos após investigação sobre abordagem na Zona Sul.

O secretário da Segurança Pública, Antonio Ferreira Pinto, anunciou nesta sexta-feira (5) que afastou o comandante do 50º Batalhão de Polícia Militar Metropolitano, tenente-coronel Ednaldo Cirino dos Santos, e o comandante da Companhia de Força Tática do 50º BPM/M, capitão Henrique Mota Neves. Eles tinham sob comando os quatro policiais militares suspeitos de participar da morte do vigilante Emerson Heida, desaparecido em 10 setembro, na Avenida Robert Kennedy, na Zona Sul de São Paulo, juntamente com Edson Edney da Silva.

--------------------------------------------------------------------------------

domingo, 18 de outubro de 2009

ESTUPRO NA CASERNA, NA RUA INCOMPETÊNCIA

O Comandante atual do 33BPM/M é o Ten Cel PM ADALBERTO JOÃO SBRANA, um militar que pensa que advogados são seus serviçais e que ele pode impor regramento próprio para atendimento destes. O seu desconhecimento de regras mínimas de boa educação é comprovado quando ele quer impor -- pela força -- sua vontade, escorraçando do "seu quartel" qualquer um que queira lhe mostrar que a sociedade que vive debaixo de égide democrática NÃO ACEITA esse tipo de atitude.

Como se vê, não mudou muito a região de Carapicuiba onde carros roubados são vendidos livremente e até, algusn, após serem apreendidos pela PM, “viram” viaturas oficiais e onde caça-níqueis funcionam defronte ao quartel do Comando do Batalhão.
_________________________________________________________________________________

Julho de 2007

A variedade de ocorrências envolvendo o ex-comando da 2ª. Cia./33BPM/M, na pessoa do Cap PM MOTTA, subordinado ao ex-comando de Btl, Ten Cel PM ORRIN, chegou mesmo à imprensa, inclusive com sérias acusações de manipulação de investigações. Havia, antes do sumiço e morte dos rapazes da zona sul, pouco antes, um suposto crime sexual envolvendo também alguns comandados do Cap Mota, que teve o seguinte destaque na imprensa televisiva em julho de 2007:

VEJA EM SEXTA FEIRA - 13 DE JULHO

Crime sexual na caserna

Uma gravíssima denúncia vai dar uma enorme dor de cabeça à Polícia Militar de São Paulo.Uma soldada PM acusa quatro colegas, também soldados, de a terem estuprado. O abuso sexual entre os militares aconteceu em Carapicuíba, e a vítima agora teme morrer se revelar o caso.

Fonte:http://alertatotal.blogspot.com:80/

CONVERSAS EXCLUSIVAS DE PMS SOBRE CASO DE ESTUPRO NO JORNAL DA RECORD

Jornal da Record desta quinta-feira (26/07) traz outros detalhes exclusivos do caso de estupro supostamente praticado por policiais militares de São Paulo.

Ontem o telejornal exibiu a gravação exclusiva revelando que o capitão teria coagido um soldado a mentir para favorecer colegas acusados de estupro que foi denunciado pela vítima. Ela também é policial militar do Batalhão de Carapicuíba, na Grande São Paulo. A primeira denúncia também foi apresentada no Jornal da Record.

Na denúncia a jovem afirma que foi estuprada por quatro colegas de batalhão depois de sair do trabalho. "Eles confessaram que tiveram relação sexual comigo. É lastimável... é nojento", diz a vítima. As investigações estão sendo feitas no próprio batalhão onde os PMs envolvidos trabalham. A gravação de uma conversa entre dois soldados mostra que o capitão da unidade, Henrique Mota, teria tentado coagir um deles a prestar depoimento favorável aos acusados.

- Ai ele falou: não, o negócio é o seguinte, precisa ajudar os caras. Ela tá querendo f... os caras. E agora tá com isso aí.- Isso o capitão falou pra você? - É.

O capitão tentou orientar o depoimento do soldado. Os próprios policiais comentam que isso é uma tentativa de coação.- A declaração que você vai dar aqui é que você... ó... saiu com ela amistosamente, tal, tal, tal... e... quando ela bebe ela fica alterada.- Mas ele te coagiu que eu vi ele te coagindo ali...- É... de certa forma ele fez assim. De certa forma ele falou: eu te dou essa escolha sem opção.

O Capitão teria ameaçado um dos policiais que pediu transferência para outra unidade e deveria sair em breve.- Ele falou: não, porque... eu posso te segurar aqui mais dois meses no ostensivo todo dia, no calçadão. O que ele quer é o seguinte: provar que a mina é vadia. - É... quer desmoralizar ela perante o juiz.

O comando de policiamento da região informou que mesmo com a denúncia ainda não vê a necessidade de tirar o capitão Henrique Mota do comando do inquérito policial, mas o caso será investigado. Se a coação for comprovada, ele será processado. "Se comprovado tais afirmativas será julgado na Justiça Militar por este delito. Se é que isso ocorreu", diz Osni Sabatini, comandante da PM de Osasco, SP. Para o ouvidor da Polícia Militar, Antonio Funari Filho, o caso de estupro não deveria ser investigado no batalhão. "Eu até acho e vou sugerir que a Corregedoria assuma este caso diretamente". Sobre a tentativa de coação, o ouvidor foi taxativo. "Aí tem outro processo não apenas administrativo, mas também criminal. Não se pode forjar ou coagir ninguém para prestar falso testemunho", completa.

Fonte: Sala de Imprensa: veja mais releases desta empresa

veja mais releases das editorias: Tv e Rádio , Variedades

E quem esteve na ocorrência de poucos meses depois (25/09) lembra bem a truculência do Cap MOTA nesse outro caso, quando, aos berros, aos invés de acalmar o sequestrador, ex-marido da vítima, ele o deixou ainda mais nervoso e não chamou o pessoal com treinamento especial, prometendo ao criminoso o que faria ao prendê-lo. É tão inusitado quanto curel, porque o resultado foi a morte nesse terrível episódio ocorrido durante operação comandada pelo mesmo Cap MOTA, que ganhou o noticiário televisivo, porque um indivíduo emocionalmente desequilibrado, munido de arma de fogo (portanto com risco iminente de evento irreparável) contra sua própria esposa, não teve tempo de ser dissuadido de sua tresloucada atitude, resultando em morte da vítima após vários disparos. A família da mesma, segundo se comenta, busca responsabilizar a Corporação, sob alegação de que “não havia negociadores” aptos a evitar a tragédia, infelizmente consumada.

__________________________________________________________________________________

Os tais falsos condomínios, feitos com ruas e avenidas públicas, agora tem essas peculiaridades... ninguém se atreve a contrariar o pensamento dominante, porque ele usa arma e normalmente não dá pra ser identificado... então... só dá pra saber que são os demônios da pm... Tem de tudo um pouco: advogado, desembargador, juiz, promotor, delegado, investigador, guarda, ganso... e por aí vai... E TEM MAIS: INSTALARAM HOLOFOTES NO CAMINHO DE UMA DAS RUAS, JUSTAMENTE AQUELA POR ONDE PASSAM AS PESSOAS RECLAMANTES, QUE DE TÃO FORTES, OFUSCAM A VISÃO E FAZEM BAIXAR A ATENÇÃO DE QUEM PRECISA FICAR ATENTO, PORQUE, ALÉM DE ESTAR PESSOALMENTE E COM A FAMÍLIA, AMEAÇADO DE MORTE, TEM CERTEZA DE QUE POR ALI SE MATA E SE JOGAM CORPOS NO RODOANEL, PARA FICAR PARECENDO "ATROPELAMENTO"... COMO FIZERAM COM UM DOS RECLAMANTES QUE OUSOU SER TESTEMUNHA EM BOLETIM DE OCORRÊNCIA FEITO CONTRA O CHEFE DA SEGURANÇA, TAMBÉM EX-PM... E O COMANDANTE MANDA FICAR "TUDO QUIETO", NÉ FRANK? VC TÁ LEVANDO O QUÊ NESSA BAGAÇA? O MESMO QUE LEVAVA EM CAJAMAR NO TEMPO DE FT? A PROMOTORA É DAQUI DE COTIA, A MESMA QUE ERA DE LÁ? Cara! vc não tem vergonha mesmo, hein? acha que vai conseguir me assustar? Foi vc quem mandou o Tenente M...lo não fazer nada, porque já sabia que era do teu pessoal? é assim que a concessionária CCR se envolve junto com DERSA e não dá nada pra ninguém, né? Conte os seus dias de sossego, pq tudo que sobe, desce e o que te parece infinito, um dia acaba. Vc vtnc!

Sandra Paulino e Silva
























Um comentário:

Anônimo disse...

No Processo GS 337/12 – Pte. 06 – Presidente Ten Cel PM
Marcos Mungo - Prorrogo por 20 dias, a contar de 06-11-2012,
o prazo para a conclusão do Conselho de Justificação instaurado pela Resolução SSP de 30/03/12 e publicada no D.O. de
31/03/12, em que figura como justificante o Maj PM 862725-8
Henrique Motta Neves, nos termos do parágrafo único do artigo
11 da Lei Federal 5.836 de 05/12/72, aplicável à espécie por
força do disposto no art. 3º da Lei Estadual 186 de 14/12/73.

Arquivo do blog

A PM DEFENDE OS PM?

Quem sou eu