domingo, 17 de abril de 2011

Por quÊ?

Três PMs sofrem atentado com 200 tiros no Guarujá (SP)
01/04/2011 - 18h29

Três PMs sofrem atentado com 200 tiros no Guarujá (SP)

Publicidade
LUIZA BANDEIRA
ENVIADA ESPECIAL AO GUARUJÁ

Dois policiais militares foram baleados em um atentado ocorrido na manhã desta sexta-feira no Guarujá (litoral paulista). Um terceiro PM que estava com eles não foi atingido. Segundo a Polícia Civil, foram disparados mais de 200 tiros em direção ao carro deles.
A Polícia Militar apura a informação de que o soldado Felipe Souza, 25, já havia sofrido ameaças de morte. "Pelas características, parece um crime de represália, mas não sabemos o porquê", disse o comandante interino do batalhão, major José Messina Filho. Ele afirmou que Souza trabalhava como motorista dos oficiais que supervisionam o policiamento.
As vítimas passam bem e já foram liberadas do hospital, mas ainda não foram ouvidas.
A emboscada aconteceu por volta das 6h. O delegado que investiga o caso, Josias de Souza, informou que Sidney Ferreira, 30, e que Joel Vieira, 48, levavam Felipe em casa após o trabalho.
Quando chegaram, dois carros cercaram o veículo da polícia e começaram a disparar. Houve troca de tiros. Ferreira foi atingido na perna e Souza, no braço.
Vizinhos contaram que os PMs conseguiram escapar porque rolaram do carro e entraram na casa. Com a chegada de outros policiais, os suspeitos fugiram.
O delegado informou que os agentes perseguiram os suspeitos até eles abandonarem os carros em que estavam. Os veículos haviam sido roubados e tiveram as placas adulteradas.
Ninguém foi preso.
TIROTEIO
Segundo vizinhos do policial, a troca de tiros durou cerca de meia hora. "Foi assustador. Foi tudo mundo para o chão [de casa] até acabarem os tiros", disse Tiago dos Santos, 26.
Uma tia de Felipe, Lúcia da Silva, 52, afirmou acreditar que "um milagre" tenha salvo seu sobrinho.
A Polícia Militar informou que reforçou o policiamento no local do crime e nas saídas da cidade para tentar localizar os suspeitos. A Folha, porém, não encontrou blitze ou rondas policiais nos dois lugares.

Nenhum comentário:

Arquivo do blog

A PM DEFENDE OS PM?

Quem sou eu