domingo, 17 de abril de 2011

Ministério Público pede prisão preventiva de PMs acusados de execução em São Paulo

Ministério Público pede prisão preventiva de PMs acusados de execução em São Paulo
Redação SRZD | Nacional | 06/04/2011 07h53


O Ministério Público (MP) de Ferraz de Vasconcelos pediu na terça-feira a prisão preventiva dos policiais militares Ailton Vital e Felipe Daniel. Os agentes são acusados de executarem um homem no cemitério da cidade, em 12 de março. O crime foi visto por uma mulher que visitava o túmulo do pai: ela acionou o 190 da Polícia Militar paulista e denunciou o caso.

Ailton e Felipe já estavam detidos no presídio Romão Gomes, na Zona Norte de São Paulo. A denúncia já tinha sido feita pelo MP em 21 de março, por homicídio duplamente qualificado (motivo torpe e sem permitir defesa da vítima).

Os dois policiais podem ser expulsos da corporação. O governador de SP, Geraldo Alckmin, garante que isto vai acontecer: "Nós não passamos a mão na cabeça de bandido. Eles serão expulsos da polícia e responderão a processo criminal". Ele declarou que a ação da mulher que presenciou o crime foi "exemplar, corajosa e firme".
- Clique aqui para entender o caso

Nenhum comentário:

Arquivo do blog

A PM DEFENDE OS PM?

Quem sou eu