domingo, 21 de junho de 2015

DE JUÍZES E PODRIDÃO

SEGUNDO A CONSTITUIÇÃO FEDERAL, EMPRESAS QUE NÃO FORAM PENALIZADAS, AINDA QUE TENHAM SIDO INVESTIGADAS, NÃO PODEM SER CERCEADAS NA PARTICIPAÇÃO DE LICITAÇÕES. PORTANTO, NÃO É CRITÉRIO DO ADMINISTRADOR, DECIDIR QUEM DEVE E PODE PARTICIPAR OU NÃO.
http://www1.folha.uol.com.br/poder/2015/06/1645651-ministro-da-justica-rebate-trecho-da-decisao-de-sergio-moro-sobre-prisao.shtml 


PARA O JUIZ FEDERAL SÉRGIO MORO, ISSO É APENAS UM DETALHE, AFINAL, PARA QUE SERVE A CONSTITUIÇÃO SE ELE USA REGRAMENTO PRÓPRIO?

A coluna Radar, de VEJA.com, informa:

“Possesso e tenso na sexta-feira, 19, logo após a prisão dos dois maiores empreiteiros do Brasil, Lula espumava de raiva. Aos interlocutores, culpou o governo Dilma, qualificado de ‘frouxo’ por ter deixado a situação ter chegado a esse ponto.” Em outras palavras: Lula culpa Dilma por não ter conseguido boicotar as investigações.

A Folha acrescenta:

“O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse a aliados que a prisão dos presidentes da Odebrecht e da Andrade Guiterrez é uma demonstração de que ele será o próximo alvo da operação Lava Jato. Lula também reclamou nesta sexta-feira do que chamou de inércia da presidente Dilma Rousseff para contenção dos danos causados pela investigação.

O Globo revela:

... frases do próprio Lula em seu Instituto, ditas antes da prisão de Marcelo Odebrecht e Otávio Marques:
“Dilma está no volume morto, o PT está abaixo do volume morto, e eu estou no volume morto...Acabamos de fazer uma pesquisa em Santo André e São Bernardo, e a nossa rejeição chega a 75%. Entreguei a pesquisa para Dilma, em que nós só temos 7% de bom e ótimo”.

Todos os que não respeitaram o pleito de outubro e não se conformam com as mudanças profundas na sociedade brasileira nos últimos 20 anos, especialmente nesse interregno aqueles de governo petista, que trouxeram benefícios e direitos às classes mais pobres e aos invisíveis, acusam Lula e Dilma de um projeto de poder, contando os minutos, agora, para ver cair a República e com ela, muitos responsáveis pelas mudanças.

Todos os signos e legítimos representantes do ódio fervido há alguns anos pelas classes ditas dominantes, através de vários segmentos de uma imprensa comprometida com o poder desde as capitanias hereditárias, agora saem de suas tocas para serem vistos e mostram desavergonhadamente o grau de poder a que se agarraram e que passaram por direito hereditário à toda a prole e adjascentes.

Se Lula não é palatável a muitos, ao menos é servido há muitos anos no prato da gente pobre, sem recursos quaisquer, sem voz e sem vez.

Inútil lembrar, nessa hora, que Dilma deu combustível para a fogueira onde arde agora, pois foi ela mesma quem continuou dando verbas para o fôlego de empresas jornalísticas que estavam combalidas já desde sua 1ª eleição.

Também não faz a menor diferença agora, dizer que as nomeações de ministros sem qualquer independência, levaram ao descrédito boa parte de 1º mandato e que agora, no 2º, seguramente foi obrigada a engolir a nomeação do dono do caixa, sem que tivesse por ele qualquer simpatia. Convenhamos, o sujeito é indigesto. Mas ... quem mandou obedecer o "Nine", né?

O "Nove" é uma referência desrespeitosa que o juiz Sérgio Moro faz, ao falar de Lula, referindo-lhe a falta de uma das falanges. 

Dói nos tímpanos saber que um magistrado, um membro da mais alta casta brasileira, se sente com poder e sem fiscalização ou qualquer repreensão, para se referir a um ex-dirigente do Estado Brasileiro, zombando-lhe uma deficiência física, ainda por cima falando isso publicamente!

Essa é a cara do Judiciário. Da constituição, assim mesmo, com letra minúscula (aquele livrinho sagrado que é rasgado nos fóruns e tribunais todos os dias) nem respeito o indivíduo tem. 

Até no Facebook há uma regra de relacionamento social de que se alguém reclamar de postagens contendo ofensas por defeito físico, há penalização.

Só que no Brasil, ah, no brasil... claro que aqui pode tudo: desde prender para confessar ou usar "fogo de encontro" e para "dar o serviço",  até aniquilar a pessoa na pancada primeiro, para depois checar a culpa, chamar o socorro e tentar salvar sua vida, sua honra.

Ainda penso que o respeito deva ser a primeira marca que qualquer pessoa tem que ter, para qualquer atitude na vida, em sociedade ou isolada. 

A culpa, convencionou-se por lei, tem que ser provada diante dos tribunais e a prova, deve ser exibida no processo, NÃO NA IMPRENSA. E tem forma, por isso é chamado "devido processo legal", um dos itens da "ampla defesa".

E quando o juiz não segue esse ritual obrigatório? Bom, aí existem os recursos legais e ao final, cabe ao STF, corrigir os erros dos que se desviaram da lei, rasgando o livrinho.

O problema maior é que nesse ínterim, vidas se perdem e ninguém se incomoda, como aconteceu em 1960 e daí para frente,  até chegarmos em uma ditadura feroz da qual não se sabe metade do que foi capaz.

A História mostrará, com toda a certeza, o desacerto de Moro e de tantos outros, mas... quem vai pagar a conta do recrudescimento da guerra civil no país, embora não assumida e jamais declarada, somos nós. 

Riam, brinquem e compartilhem ao máximo - especialmente nas redes sociais - com a desgraça que se arma contra o Brasil, porque afinal, segundo o raciocínio dos grupos de poder "farinha pouca, meu pirão primeiro" e "se eu não comer, ninguém come, porque eu cuspo em cima".

Donazelite nunca engoliu o nordestino capaz de pensar e de articular, como Lula nunca deixou de fazer. NUNCA ANTEX NEXTE PAÍX ISSO ACONTECEU.

Resta saber se Lula guardou provas de que Donazelite é adúltera e se poderá trazer a público que ela já teve vários outros amantes, entre os quais, o boca de sovaco. Se isso acontecer, a guerra vai ser geral,  MAS VAI VALER A PENA VER A GUILHOTINA BAIXAR numa certa cerviz.

Guardei minhas provas, na hora certa elas serão mostradas.

Depois tudo farei publicar neste ou em outro espaço.

Todos os tiros até agora erraram o alvo: desde os que saíram dos canos administrativos, até aqueles tramados em esfera judicial.

É bom lembrar que quem não é visto, não é lembrado. Quieta estou e assim permanecerei, o que absolutamente não significa inércia; afinal, "ovelha que ainda peleia, mesmo cercada de cães, não está morta".



Sandra Paulino


Nenhum comentário:

Arquivo do blog

A PM DEFENDE OS PM?

Quem sou eu