domingo, 17 de abril de 2011

EU SOU O CONDUTOR DA TUA CANA!

Morro e não vejo toda a sujeira da polícia paulista! como são valentes os covardes das nossas milícias! Senti nojo, asco, vergonha, revolta, impotência, ódio, raiva, enfim, um misto de emoções baixas, pesadas e uma sensação final de desalento.

O que se sabe da versão policial, DUVIDOSA até o último pingo dessa sórdida montagem, de truculência, covardia e exibicionismo de um bando de canalhas, cafagestes, marginais, gente da pior espécie, que acha que ser policial é isso: imaginem o que não fazem com os pobres coitados que caem nas suas garras! se assim trataram uma "colega"!?

O delegado da "cana" já tinha problemas... ora pro inferno ele e seus problemas...
SPeSilva
A escrivã era suspeita de concussão (art. 316 do CP). Teria exigido R$200,00 para beneficiar um sujeito acusado de porte ilegal de arma. A Corregedoria xerocopiou as notas verdadeiras que seriam usadas para o pagamento da propina, manteve as cópias para futura comparação e acompanhou a conduta para o flagrante.

Nenhum comentário:

Arquivo do blog

A PM DEFENDE OS PM?

Quem sou eu