domingo, 19 de setembro de 2010

PRA NÃO DIZER QUE NÃO FALEI DAS FLORES!

Há pouco eu lia as mensagens de meus clientes e soube que vem por aí mais um processo e eu prefiro falar de poesia & flores.

Eu acredito na Força do Direito, da Palavra, da explicação que ensina, do exemplo que arrasta, no livro muito mais que nos canhões!

Vou lhes dar algumas alternativas para adoçar a vida, ao invés de "leituras da obviedade" que nada acrescentam senão a conclusão da existência de Deus...

Algumas poesias devem suscitar a meditação n'alma:

...o que sei é tão volátil e quase inexistente que fica entre mim e eu... 

É de Clarice Lispector e transmite humildade, sentimento que se aprende conforme se usa. É pra dizer que o que eu sei não vale quase nada...

Tem outras que não ensinam apenas humildade ou nossa grandeza e pequenez, assim, como paradoxo, como essa de Nietzsche:  

"...Odeio as almas estreitas, sem bálsamo e sem veneno, feitas sem nada de bondade e sem nada de maldade.”   

 Mostra que devemos assumir o que somos. E eu assumo que não gosto de ser conduzida, nem pretendo conduzir. Apenas sou livre! fui por isso que escolhi ser ADVOGADA!

A que escolhi, porém, para que saiba que NADA que se faça de parte dos amigos de imperadores e admiradores de quartel possam me atingir, é essa:

"...Eu não tenho paredes. Só tenho horizontes." 

Será Mario Quintana? 

Estou ficando com a memória afetada para nomes... até esqueci de dois jovens tenentes que são os serviçais de canalhas outros que abusam do poder conferido pelo Estado. 

Tem um mais afoito, conforme fiquei sabendo, que irá apresentar mais uma "nova" representação que será por conta de eu ter USADO da minha função de advogada. Coitado do pobre, dá até pena... "usar da função" é coisa de milico mesmo, não? usar da função ou abusar, não tem muita diferença, por isso que a polícia do José Serra, é tão violenta. Bate em professor, mata suspeitos, "intruja" drogas e armas contra quem reclama ou quem morreu "acidentalmente". Normalmente gostam de quebrar o pescoço de quem teve o queixo duro demais... 

Só que ovelha que ainda peleia, mesmo cercada de cães, NÃO ESTÁ MORTA! por isso mesmo, cuidado muito cuidado imperador da praça da sé, vc anda acreditando muito no direito da força e está precisando aprender a Força do Direito! 

Aprenda com os livros, eles costumam ser muito melhores do que as baionetas que nada ensinaram... se estiver cansado dos livros, mude para a poesia, ela tem a capacidade de acalmar a alma e a sua deve andar muito perturbada pelo que sua mente doentia faz.

Sandra Paulino e Silva

Nenhum comentário:

Arquivo do blog

A PM DEFENDE OS PM?

Quem sou eu